segunda-feira, janeiro 23, 2006

Impressões da noite eleitoral

Péssimo - Sócrates, pela falta de fair play, pelo desprezo que mostrou por Manuel Alegre. Toda a gente sabe que não se atropela ninguém em noite de eleições. Mal estiveram também as televisões (pelo menos a RTP, que me desculpem as outras se não cairam no erro), ao dar primazia a um PM amuado, quando o verdadeiro protagonista era outro.
Mau - Louçã (porque esteve no seu melhor, só lhe faltou "Temos de acabar com esta hipocrisia!")
Fiel - António Vitorino, porque defendeu a causa até ao fim, mesmo quando o porta-aviões já tinha afundado...
Bonzinho - Soares (apesar de não ter falado de Alegre. Pensando melhor, se calhar até foi bom, porque era capaz asneira...)
Bom (mas não criativo) - discurso de estado de Cavaco
Susto - a descida da percentagem... 56, 53, 52,3, 51, 50,9, 50,8 (mas será que isto não para?!?!), 50,7, 50,6... (suspiro de alívio!)
Dúvida - o que aconteceria na 2ª volta?
Muito bom - cenário da RTP
A estrela - STAPE
Fenomenal - as previsões do meu irmão (não te esqueças de jogar no Euromilhões!)

5 comentários:

Bruno Gonçalves disse...

Gostei! Apenas acrescentava:

Muito Triste: A sondagem "legislativas" da TVI...

Ricardo disse...

Afinal de contas tu não querias era partilhar o prémio do euro milhões... :p

Hugo disse...

Por falar em TVI...porque raio é que deram um tiro no próprio pé e voltaram a colocar a Moura Guedes no ar???
Para os espanhóis a credibilidade e apresentação das notícias neste noite de eleições não era importante.
Até porque no dia seguinte, à hora do jornal da noite, já a normalidade tinha voltado.

msn disse...

Amiga Sara, gostava que escrevesses mais. Fico à espera...

Jorge teixeira disse...

Só falta referrires o discurso do meia leca que interrompeu o discurso do Jerónimo.....mas isso não interessa nada....não é verdade?