domingo, maio 27, 2007

Dinastias

Estou a acabar de ler "Dinastias", de David Landes. Não gostei. É muito superficial, e tendo algumas biografias de famílias de empreendedores interessantes, as famílias de judeus ficam sempre bem, e as dos outros são aldrabões.
Ah, e, já agora, a tradução está em português do Brasil. Conselho: os livros de gestão não devem ser lidos em brasileiro!

4 comentários:

Bruno Gonçalves disse...

Pronto, já é tempo de passares pela Feira do Livro e comprares o "Leadership" do Giuliani...

Jorge Ribeirinho Machado disse...

Espera aí, disseste que me emprestavas o livro!

Bruno Gonçalves disse...

"Espera aí, disseste que me emprestavas o livro!"

É verdade... Já estava a esquecer-me. ;)

Priscilla Santos disse...

Me permita a discordância...

"Dinastias" é um livro incrível e que nada tem de superficial. É uma análise da história do capitalismo moderno visto de um outro foco. Primeiro porque landes nos apresenta estes personagens e nos provoca: até que ponto interesses ou esforços pessoais, familiares influem na história de nações inteiras?
Em segundo porque atravessa a história dos séculos XVIII, XIX e XX, (principalmente a Revolução Industrial e o nascimento de grandes instituições capitalistas) sem abordar aqueles grandes modelos marxistas, talvez por, simplesmente ,não ser marxista.
Enfim...acho um prisma feliz, uma pesquisa feliz que nos serve de guia para ver os processos históricos Modernos de dentro dessas poderosas instituições. Muito arejado.

Obrigada e me desculpe o mal jeito.